Quando a música corre nas veias...
In "A Voz de Trás os Montes" a 8 de Janeiro de 2015

Tocou em períodos de guerra, em momentos de fome, em cenários em que a música era o que fazia a diferença para garantir uma realidade menos sofrida.
Com mais de duzentos anos de história, a BANDA FILARMÓNICA DE SÃO MAMEDE DE RIBATUA
formou milhares de jovens, ‘nota a nota’. Soube evoluir, crescer e hoje continua a merecer o carinho e respeito da sua comunidade e do país, fazendo jus ao adágio popular de que naquela aldeia “até as pedras da calçada tocam música”

Download da notícia integral abaixo em pdf



powered by:BandaGest