Banda Filarmónica de São Mamede de Ribatua

Não sendo a filarmónica mais antiga do país, reclama desde 1799 o estatuto de banda mais antiga em atividade ininterrupta,comemorando sempre o seu aniversário a 08 de Dezembro.
Ao longo dos anos tem preservado uma cultura de trabalho e excelência, contestando a sua primazia no universo das bandas filarmónicas do interior de Portugal.
Formou inúmeros músicos que passaram do amadorismo para a vertente profissional, tendo tocado nas melhores orquestras e bandas militares.
Apresenta-se com elevada distinção nas melhores salas do país e nos conceituados concursos nacionais e internacionais.
Exibe um elenco com cerca de 55 músicos, preparados para as diversas atividades festivas ao longo do ano, com destaque para os meses de verão, com um programa adequado a cada momento dos festejos.
A escola de música inclui algumas dezenas de alunos e todos os anos forma novos elementos para ingressarem a Banda. Para além de alunos Ribatuenses, esta escola tem tido também alunos de outras localidades do concelho, nomeadamente, Castedo, Alijó, Favaios, Granja, Cheires, Pinhão e Tua. A sua Associação tem cerca de 200 sócios, executantes e não executantes. Não é excessivo salientar que todos estes músicos que compõem a Banda, apesar de terem formação académica diversificada, e diversas atividades profissionais, têm em comum a dedicação, o prazer da música e do associativismo.
S. Mamede de Ribatua, não há dúvidas que foi abençoada por Deus, dando às suas gentes sensibilidade, dom para a música e facilidades no seu desempenho, tal como diz um adágio antigo: “em S. Mamede, até as pedras da rua sabem tocar Música”!
A Banda Filarmónica de S. Mamede de Ribatua é um enorme património cultural a preservar, sempre que seja possível!
Como um Regimento,
S. Mamede marcha ao som da Música.
Se esta se calasse,
S. Mamede parava!!!
(Adriano Guedes)

powered by:BandaGest